domingo, 16 de março de 2014

Byron's (best poem)

She walks in Beauty

She walks in beauty, like the night
Of cloudless climes and starry skies;
And all that's dark and bright
Meet in her aspect and her eyes:
Thus mellowed to that tender light
Which Heaven to gaudy days denies.

One shade the more, one ray the less,
Had half impaired the nameless grace
Which waves in every raven tress,
Or softly lightens o'er face,
Where thought serenely sweet express,
How pure, how dear their dwelling place

And on that cheek, and o'er that brow,
So soft, so calm yet eloquent,
The smiles that win, the tints that glow,
But tell of days in goodness spent,
A mind at peace with all below,
A heart whose love is innocent!

14 comentários:

  1. Volte a falar de RBC, Comércio Internacional, Crescimento Econômico e demais coisas legais!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho pena de quem prefere as fantasias do mundinho RBC à Byron.

      I pity the fool....

      Excluir
    2. Resposta para o Anônimo17 de março de 2014 08:23

      Devo avisar que Minnessota e Chicago trabalham em bobagens apenas por que um anônimo sem estudo não entende RBC? Vou procurar o e-mail aqui do Banco Sueco para retirar vários prêmios já que temos um badass tupiniquim que acha que ciência mesmo é rezar uma ave maria pro Laurence Ball.

      Excluir
    3. Claro que entendo! E concordo plenamente!! Todos aqueles desempregados no mundo desenvolvido, só estão desempregados pq estão postergando, né?

      Ah, esses agentes racionais!!!

      Excluir
    4. Bom, você pode procurar alguns motivos pois há construção de modelos na literatura que envolve isso. Só não venha achar que o modelo é horrível por causa da sua ignorância.

      Enfim, deveria ir dar umas palestras em Chicago e Minnessota para mostrar como eles são bobos e como você é um sabichão não acha? Vai pra lá bancar o Sraffa

      Algumas críticas tolas são tratadas no "After Keynesian Macroeconomics" mas não lembro se essa está incluida.

      No mais: Você é da UNICAMP ou UFRJ?

      Excluir
    5. Graduação FEA-USP, Mestrado e Doutorado IPE-FEA-USP. Em teoria, não desenvolvimento, hein!!

      Eu entendo os modelos, só não concordo, e tb nunca vi nada de bom sair dessas coisas pro mundo. Ou então sou só um sabichão ignorante!!

      Mais uma coisa: eu não ponho os pés em Chicago nem que fosse pra ganhar dinheiro. E sim, bobos é uma palavra boa pra descrever esse pessoalzinho. Tenho outras palavras melhores, mas provavelmente seria censurado.

      Excluir
    6. Mais uma coisa, respondi a partir do que consegui compreender do seu email, talvez vc deva dar uma passada em algum prédio de Letras pra mostrar pro pessoal como eles são sabichões ignorantes, e como vc consegue se comunicar com seu português rudimentar.

      Excluir
    7. A USP tem caras bem legais como desse blog, mas também tem o João Sayad e a Leda Paulani. Mesmo assim não perguntei de onde você era, satirizei esse ódio referindo-me a você como aluno da UNICAMP ou UFRJ. Sou de uma filial da UNICAMP, aqui a gente também aprende a xingar autores renomados sem avaliar as idéias, aceitando ou rejeitando as teorias com base no "autor bobo" ou "autor legal"

      Bom se você considera os modelos de ciclo de negócios em concorrência perfeita por exemplo empiricamente irrelevantes então deveria mostrar ao mundo como Chicago é bobona e como Minnesota é bobona. Não sei você mas quando eu considerar boa parte da pesquisa econômica em uma dada área irrelevante e idiota vou reunir meus argumentos e combate-la.

      Por fim, eu e meu amigo de Letras não encontramos erros gramaticais.

      Excluir
    8. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
    9. esse pessoal tá precisando ler o pissarides

      Excluir
  2. Eu tenho pena de quem usa crase antes de Byron.

    ResponderExcluir
  3. ai essa juventude cienciasemfronteirista....

    ResponderExcluir