segunda-feira, 24 de março de 2014

Bolões e o Hedge da Felicidade (quasi-difficult)

Sempre que se aproxima a Copa e os bolões a gente ouve essa história de hegde da felicidade: aposta na Alemanha campeã. Aí se der Brasil, você tá feliz por motivos óbvios, e se Alemanha ganha...bom ao menos você tem o dinheiro no bolso...

Esse raciocínio está em princípio errado.

Seguro tem a ver com utilidade marginal do consumo. Se roubam teu carro, você sofre um choque de renda enorme, precisa cortar consumo, utilidade marginal fica altíssima. Se a safra quebra, a renda do agricultor despenca, e o consumo dele também -- utilidade marginal cresce. Para suavizar isso, pra você não pular entre utilidades marginais altas e baixas é que serve o seguro.

Pois bem, o que isso tem a ver com ficar triste se Brasil perde a copa??? Mais dinheiro nesse momento te faz mais feliz? Claro. Mas o que tem a ver isso com a utilidade marginal saltitante? A utilidade marginal do dinheiro muda em que direção com a tristeza? Você pode dizer: mas se o Brasil perder eu pelo menos pego o dinheiro do prêmio para afogar minhas mágoas...mas espera aí, você pode também pegar o dinheiro do prêmio para comemorar no caso do Brasil ganhar...então a pergunta é: qual o sinal da utilidade marginal cruzada? Não sabemos, mas me parece mais provável que seja positivo: comemorar gastando na festança se Brasil ganha; chorar no quarto se Brasil perde. Ou seja, parece mais coerente apostar no Brasil se você tem algum modelo de hedge na cabeça...

De todo modo, o ponto importante eh: o argumento tem que ter a ver com a utilidade marginal cruzada, se não, não é seguro.

Uma confissão: há 12 anos atrás, empolgado com o Brasil na Copa, falei a coisa do hegde da felicidade sem pensar direito. Fui salvo por um amigo mais atento (o Economista X).

16 comentários:

  1. "há 12 anos atrás..."

    ResponderExcluir
  2. Sonhador desiludido24 de março de 2014 08:17

    Mas a aposta é na equipe que você atribui maior chance de ganhar, não na que teu " coração" manda. Raciocínio inverso: se você perder dinheiro, ainda poderá ter motivos para comemorar.

    ResponderExcluir
  3. "...mas espera aí, você pode também pegar o dinheiro do prêmio para comemorar no caso do Brasil ganhar..."

    Que dinheiro???? Tá louco, Dudu???

    "A utilidade marginal do dinheiro muda em que direção com a tristeza?"

    Vc vai ganhar um dinheiro que vc não tinha!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. It was me who alerted CESG about the stupidity of the Hedge argument, when he was still my student. Let me add this orthogonal point here: why u guys who run this fucking blog dont forbid comments altogether? I mean, given their median quality, this should make sense, right?

      Excluir
    2. Mas e se a utilidade marginal do lazer sobe quando o Brasil ganha?

      Excluir
    3. Brasil ganha --> feliz
      Perde dinheiro por ter apostado na Alemanha --> triste

      Brasil perde --> triste
      Ganha dinheiro por ter apostado na Alemanha --> feliz

      Não é rocket science, economista X

      Excluir
    4. Thanks for providing fresh additional empirical evidence for my argument, Anonimo 11:48.

      And dont try rocket Science, boy.

      Excluir
    5. You don't fucking call me boy

      Excluir
  4. Caracoles, que comentários são esses...

    CESG, belo post!

    ResponderExcluir
  5. a elasticidade cruzada não é relevante nesse caso, CESG, pq o estado bom/ruim determinado pela vitória do meu time é muito soft:

    se eu to triste (não por uma coisa séria, mas por uma bobagem como meu time perder) e ganho 1000 vou ficar feliz.

    se eu to feliz (não por uma coisa séria, mas por uma bobagem como meu time ganhar) e perco 1000 vou ficar triste.

    esse é o hedge, boy.

    ResponderExcluir
  6. "boy"??
    duas maneiras de ler esse comentario do anonimo 14.34
    a) ele disse que quando ganha o dinheiro ela fica feliz e quando nao ganha (voce nao perde 1000, boy) fica triste......sim, e isso eh obvio
    b) ele na verdade esta querendo dizer que ter uma renda adicional de 1000 quando time perde tem mais utilidade do que quando o time ganha. se for isso, ok, mas o que o post diz eh que justamente nao é óbvio que a derivada cruzada seja positiva (sim, boy, por mais que voce nao queira, o que voce esta fazendo eh um argumento de derivada cruzada)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que tipo de aposta vc só ganha?? Pra jogar na mega sena eu tenho que pagar? Se eu apostar na Alemanha numa casa de apostas eu não tenho que pagar (obviamente não os 1000, mas alguma coisa?? E se a Alemanha perder a copa, eu não perco esse dinheiro? E essa perda não seria compensada pela felicidade do Brasil ganhar?

      E chamar um negro de "boy" não é a coisa mais esperta a se fazer, mesmo no Brasil.

      Excluir
    2. X não vai fazer mais nenhum comentário sarcástico (e errado)???

      Excluir
  7. Professor, não entendi o argumento.

    Vou usar um exemplo com numeros bestas:

    Se o Brasil ganhar a copa, minha utilidade é 10. (= se meu carro não bater)
    Se o Brasil perder a copa, minha utilidade é 0. (= se meu carro bater)

    Faço um hedge/seguro, no qual pago 5 em termos de utilidade se o Brasil ganhar (=pago o premio do seguro do meu carro), e ganho 5 em termos de utilidade se o Brasil perder (=recebo a bolada do seguro se meu carro por roubado, descontado já o premio pago pelo seguro).

    No primeiro caso, ficaria com uma utilidade 10 (utlidade do brasil ganhar)- 5 (utilidade paga pelo ¨seguro¨ = 5
    No segundo caso, ficaria com uma utilidade 0(utilidade do brasil perder)+5(utilidade recebido pelo ¨seguro¨ = 5


    Porque isso não se assemelha ao esquema de seguro/hedge ? Estou travando minha utilidade em 5, independente do ¨resultado¨ do estado da natureza.

    Abraços,


    ResponderExcluir
  8. Dudu está errado...

    ResponderExcluir